Aviao Martin B-57B Canberra 010104

AIRFIX

Apenas:

4x de R$ 114,54 sem juros

ou À Vista R$ 458,15

Descrição:

Kit em plástico para montar, escala 1/48, nível 5, cerca de 42 cms de comprimento, 44 cms de envergadura, 122 pecas. Set de armamentos detalhado, NAriz detalhado, podendo ser montado para demonstracao do radar.Cockpit completamente detalhado com instrumentação. Fuselagem em baixo relevo, Trem de pouso detalhado. Decais para 4 VERSOES. Nao inclui tinta ou cola.

O Martin B-57 Canberra é uma aeronave de reconhecimento e bombardeiro tático a jato duplo de fabricação americana que entrou em serviço na Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) em 1953. O B-57 é uma versão licenciada do British English Electric Canberra, fabricado pela Glenn L. Martin Company. Os modelos iniciais de fabricação Martin eram virtualmente idênticos aos de fabricação britânica; Martin mais tarde modificou o projeto para incorporar maiores quantidades de componentes de origem norte-americana e produziu a aeronave em várias variantes diferentes.

O B-57 Canberra tem a distinção de ser o primeiro bombardeiro a jato em serviço nos EUA a lançar bombas durante o combate. O Canberra foi amplamente usado durante a Guerra do Vietnã na capacidade de bombardeio; versões dedicadas do tipo também foram produzidas e serviram como plataformas de reconhecimento aéreo de alta altitude (o Martin RB-57D Canberra) e como aeronaves de guerra eletrônica. O B-57 Canberra também foi vendido para clientes de exportação no exterior; mais uso em combate foi visto pela Força Aérea do Paquistão durante a Guerra Indo-Paquistanesa de 1965 e a Guerra Indo-Paquistanesa de 1971.

Em 1983, a USAF optou por aposentar o tipo; a aposentadoria do B-57 Canberra marcou o fim da era do bombardeiro tático. Os três WB-57Fs em condições de vôo restantes são tecnicamente designados para o Centro Espacial Johnson da NASA, próximo ao Campo de Ellington em Houston, como aeronaves de pesquisa científica de alta altitude, mas também são usados ??para testes e comunicações nos EUA e no Afeganistão.